30 agosto 2013

bandeira branca

tempo de baixar os braços,
limpar as armas como quem esquece o coração.
por vezes, sinto-me mais que tu;
nesses momentos a tristeza enche-me a alma.
gostava o meu coração como o teu,
mas o meu coração é quente
e ainda assim, 
depois de todos os adeus
tu cabes nele.