19 agosto 2013

palavras em movimento

quem se deleitou como nós o fizémos nunca será capaz de dizer 'palavras, leva-as o vento'
as nossas palavras movem-se, também, mas ao longo dos eixos de que a nossa carne é feita.
as tuas palavras sobem e descem na minha,
fazendo do meu coração o seu porto de abrigo
como outrora se alojavam no ventre e a ele voltavam sempre.
o poder das palavras escritas é em tudo maior que os teus olhos; que quanto mais os afastas de mim, mais o meu coração se te aproxima. em tudo o oposto que procuramos.

umas ditadoras, as palavras.