04 setembro 2013

nostalgia

os pés procuram o chão,
como quem procura caminho que faça sentido.
a norte. sei-te longe:
o solo que pisas não é o teu;
apenas porque nunca tiveste coragem para almejar terra que te servisse.

Sem comentários:

Enviar um comentário