19 dezembro 2013

duas da tarde

quem, como eu, te soube um dia o coração
saberá que o inverno não espera
nós: oceano lá longe


hoje, depois de te ter deixado,
teve demasiados minutos o dia.